Santa Catarina tem protestos antirracistas e contra presidente Bolsonaro neste domingo

Manifestações foram registradas em Criciúma, Blumenau, Balneário Camboriú, Joinville e Florianópolis

Por Oeste Mais

07/06/2020 21h02 - Atualizado em 07/06/2020 21h02



Manifestantes protestam no Centro de Florianópolis (Fotos: Reprodução/G1)

Santa Catarina registrou protestos neste domingo, dia 7, contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, e contra o racismo. As manifestações foram registadas em Criciúma, no Sul, Blumenau, no Vale do Itajaí, Balneário Camboriú, no Litoral Norte, Joinville, no Norte, e em Florianópolis.

 

Por causa da pandemia do coronavírus, os manifestantes usavam máscaras e tentavam manter uma distância maior uns dos outros do que é visto normalmente neste tipo de ato.

 

Capital

 

Desde as 14 horas, manifestantes de Florianópolis participavam de um ato contra o presidente. O protesto começou no largo da Catedral Metropolitana, no Centro da cidade. Os manifestantes levaram bandeiras, faixas e cartazes.

 

Perto das 15 horas, eles caminhavam por ruas do Centro e gritavam palavras de ordem. Entre os cartazes também havia mensagens contra o racismo. No final da tarde, o grupo retornou ao largo da Catedral Metropolitana, onde houve a dispersão dos participantes.

Protesto em Joinville

Joinville

 

Em Joinville, o ato começou às 15 horas e durou uma hora. As pessoas se reuniram na Praça da Bandeira, no Centro. Os participantes estavam com cartazes, bandeiras e instrumentos de percussão. A manifestação foi contra o racismo, o governo Bolsonaro, o fascismo e a violência policial.

 

A manifestação foi pacífica. As pessoas estavam usando máscaras e, segundo a organização, respeitaram o distanciamento social.

Protesto em Balneário Camboriú

Balneário Camboriú

 

Em Balneário Camboriú, a manifestação "Vidas negras Importam" começou às 14 horas na Praça Almirante Tamandaré, no Centro, e terminou perto das 16 horas. Foi organizada pelo Movimento Negro de Balneário Camboriú, Navegantes, Itajaí e Penha, cidades do Litoral Norte catarinense.

 

Os participantes vestiram roupas pretas. Não houve caminhada. Os manifestantes também são contra Bolsonaro.

Protesto em Blumenau

Blumenau

 

Em Blumenau uma manifestação antifascista começou às 11 horas na Praça Doutor Blumenau, no Centro. De acordo com a Polícia Militar, as pessoas participaram de forma pacífica e usando máscaras. Os manifestantes percorreram a Avenida Castelo Branco e se concentraram em frente à prefeitura, na Praça Victor Konder. Eles também protestaram contra Bolsonaro. A manifestação terminou por volta das 12h30.

 

Criciúma

 

O protesto em Criciúma começou por volta das 10h30. A concentração foi atrás da rodoviária, no Centro. As pessoas saíram caminhando em direção à Avenida Centenário, a principal de Criciúma. Eles passarem pela Avenida Rui Barbosa e o ato terminou na Praça Nereu Ramos por volta das 11h15.

 

A manifestação foi organizada por estudantes de uma universidade de Criciúma pelas redes sociais, sem envolvimento de entidades. OI grupo protestou contra Bolsonaro, fascismo, racismo e machismo.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.