Armadilhas para o Aedes aegypti são espalhadas em Ponte Serrada

Município, neste ano, ainda não contabilizou nenhum foco do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya

Por Oeste Mais

03/04/2020 14h01 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A Vigilância Epidemiológica de Ponte Serrada espalhou 27 armadilhas e 12 pontos estratégicos para evitar a propagação da dengue no município. Conforme ela, em Ponte Serrada ainda não foi localizado nenhum foco do mosquito Aedes aegypti neste ano, porém, as ações de prevenção são feitas semanalmente com visitação de armadilhas e quinzenalmente com visitação de pontos estratégicos.

 

O mapeamento dos pontos estratégicos e armadilhas são colocados conforme determinação da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive).

 

A Vigilância solicita que a população colabore quanto aos cuidados de prevenção e proliferação do mosquito, deixando a caixa de água fechada, cuidando das calhas, e dos pratinhos de plantas e não acumular entulhos e lixo a céu aberto.

 

Locais onde as armadilhas foram colocadas

 

● Bairro da prefeitura – 1

● Centro – 5

● Cohab – 3

● Bela Vista – 1

● São Sebastião – 3

● Vila Miranda – 1

● Moroso – 1

● Antônio Paglia – 1

● CTG – 2

● Potrik – 1

● Industrial – 1

● Baia Alta – 2

● Quatro Irmãos – 1

● Berté – 1

● Cascatinha – 2

● Jardim – 1

 

Pontos estratégicos

 

● CTG – 1

● Antônio Paglia – 3

● Bela Vista – 1

● Centro – 4

● Baia Alta – 2

● Industrial – 1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.