Adolescente que sobreviveu ao acidente que matou quatro haitianos é transferido para Concórdia

Jovem de 16 anos foi o único sobrevivente do grave acidente que ocorreu no início de dezembro, em Pinhalzinho

Por Oeste Mais

17/01/2020 11h51 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O único sobrevivente do grave acidente que matou quatro haitianos no início de dezembro, na BR-282, em Pinhalzinho, foi transferido de hospital, nesta quarta-feira, dia 15.

 

O adolescente de 16 anos estava internado no Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, desde o dia 9 de dezembro, data do acidente, e agora, vai esperar a recuperação no Hospital São Francisco, de Concórdia.

 

Em entrevista ao Jornal Primeira Hora da Rádio Aliança, o secretário Municipal do Desenvolvimento Social, Cidadania e Habitação de Concórdia, Jaime Bernardi, afirmou que a partir de agora o jovem passa a ser também assistido pelo Departamento de Ação Social e pela Secretaria Municipal de Saúde do município.

Menor estava no veículo, junto de quatro outras pessoas que morreram no local (Foto: Corpo de Bombeiros)

Conforme o secretário, a situação de saúde do menino inspira cuidados, apesar de ele já estar bem e fora de perigo. Bernardi disse que o menor, apesar de falar apenas a língua francesa, conseguiu se comunicar com a equipe do hospital, mas com dificuldade devido a traqueostomia.

 

Ele está recebendo alimentação por uma sonda e também passou por cirurgia devido às fraturas nos braços. Também passou por diversos exames pela equipe do hospital.

 

O adolescente não tem família em Concórdia, e segundo o secretário, as primeiras informações são de que pessoas do Haiti virão à cidade para acompanhar a recuperação do menino.

 

Jaime ainda disse que em breve o menino poderá receber alta hospitalar e ficará em um local para receber todos os cuidados possíveis.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.