“Estamos montando uma operação de guerra”, diz prefeito de Chapecó após temporal

Chuva de granizo provocou danos em aproximadamente 300 residências, segundo a Defesa Civil

Por Redação Oeste Mais

22/06/2022 09h50



Cadastramento das famílias atingidas é feito em Chapecó (Foto: Divulgação)

O prefeito João Rodrigues comentou na manhã desta quarta-feira, dia 22, sobre a mobilização da administração de Chapecó para auxiliar as famílias atingidas pela forte chuva de granizo na noite de terça-feira, dia 21. “Estamos montando uma operação de guerra, digamos assim”, afirmou.

 

O local mais atingido foi o distrito de Marechal Bormann. O município enviou equipes da Secretaria de Assistência Social, Defesa Civil e outros órgãos para a própria comunidade, onde está sendo realizado um cadastramento das famílias atingidas. A Defesa Civil estima que cerca de 300 casas foram danificadas pelo granizo.

 

A Prefeitura de Chapecó realiza uma operação para a entrega de folhas de amianto destinadas ao conserto dos telhados. O prefeito também anunciou que o município decretou situação de emergência.

 

“Autoriza-se a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução”, diz um trecho do documento.

 

“A prioridade é recuperar as casas e dar o atendimento in loco para todas as famílias”, disse ainda João Rodrigues, que está no local coordenando as equipes. O prefeito também informou que o município vai distribuir alimentos aos moradores. “Vamos levar o almoço pronto para cada família”.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.