VÍDEO e FOTOS: Defesa Civil confirma ‘ciclone extratropical’ e ventos de quase 100 km/h

Imagens mostram dimensão dos danos provocados por temporais que atingiram a região nesta quinta-feira

Por Redação Oeste Mais

26/11/2021 11h29 - Atualizado em 26/11/2021 11h49



Xanxerê foi o município mais afetado, segundo a Defesa Civil (Fotos: Defesa Civil)

A Defesa Civil segue realizando os levantamentos dos prejuízos causados pelo temporal que atingiu o Oeste de Santa Catarina nesta quinta-feira, dia 25. Segundo o órgão, um ‘ciclone extratropical’ passou pela região, provocando fortes ventos e muita chuva. Alguns municípios chegaram a registrar mais de 40 milímetros em um intervalo de três horas (veja tabela logo abaixo).

 

LEIA TAMBÉM

 

■ Bombeiros resgatam família em carro alagado em Xaxim

■ Imagens mostram estragos causados pelo temporal severo em Xanxerê

■ Cidades do Oeste registram estragos e falta de energia após temporal



“Houve danos em diversos municípios, com ocorrência de destelhamentos, alagamentos, deslizamentos e a interrupção de fornecimento de energia elétrica para cerca de 117 mil unidades consumidoras”, relata a Defesa Civil em um levantamento preliminar.

 

O órgão informa que o ciclone extratropical gerou nuvens profundas, com alto potencial para provocar tempo severo. A chuva começou no período da tarde, com intensas rajadas de vento em uma área ampla. De acordo com a Defesa Civil, foram registrados ventos de quase 100 km/h nas estações localizadas entre o Oeste e Meio-Oeste (veja a tabela abaixo).



Ainda na quarta-feira, dia 24, a Defesa Civil alertou para a possibilidade de temporais. O aviso foi atualizado logo no início da manhã de quinta-feira. A partir do início da tarde de ontem, foram emitidos novos alertas. De acordo com o órgão, foram dezenas de envios de SMS informando a possibilidade dos temporais.

 

Até o momento, conforme a Defesa Civil da região de Xanxerê, foram contabilizadas ocorrências nos municípios de Passos Maia, Xaxim, Xanxerê e Lajeado Grande. A cidade mais afetada foi Xanxerê, com quedas de árvores em rodovias, destelhamentos e quedas de árvores sobre edificações públicas.

 

Danos em Xanxerê

 

Conforme a Prefeitura, os maiores estragos foram registrados na Linha Cambuinzal, Linha Invernadinha, Loteamento Lírio Tronco, onde residências foram destelhadas, e ao longo da BR-282, SC-155 e SC-350, além de ocorrências em alguns bairros do município.

 

Uma árvore também foi arrancada com a força do vento na Escola Municipal de Educação Básica Aparecida, chegando a cair sobre a cerca de proteção da instituição de ensino.

 

Vários municípios ainda seguem sem energia elétrica, o que afeta também a distribuição de água. Os danos continuam sendo contabilizados pela Defesa Civil.

 

Veja vídeo e fotos de locais afetados pelo temporal:


















COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.