Salamandra fica parada no mesmo lugar por sete anos

Exemplares da espécie Proteus anguinus são anfíbios preguiçosos que podem chegar aos 100 anos, e levam uma vida mansa no fundo de cavernas europeias

Por Oeste Mais

21/02/2020 16h31 - Atualizado em 17/04/2020 14h39


Se você se considera uma pessoa preguiçosa por não querer levantar nem para buscar um copo d’água, é porque ainda não conheceu esse bichinho. O Proteus anguinus, ou proteus, para os íntimos, é uma espécie de anfíbio que vivem no fundo de cavernas úmidas europeias que, se não forem incomodados, podem passar anos parados em um mesmo lugar.

 

Alguns pesquisadores da Universidade Eötvös Loránd, Hungria, perceberam a falta de interesse dos proteus em procurar novos habitats quando foram explorar uma caverna de calcário do leste da Bósnia-Herzegovina. Eles visitaram o local por diversas vezes e notaram um padrão: os proteus avistados pareciam ser sempre os mesmos.

 

Para eliminar a dúvida, eles começaram a acompanhar de perto 26 animais em 2010 . Assim, conseguiram registrar por todos esses anos a distância que eles se moviam (que por sinal, não eram muito longas). Quando os bichinhos resolviam passear, nadavam no máximo 15 metros, número pouco maior que o tamanho de um ônibus urbano. Um dos proteus, inclusive, ficou estagnado por nada menos que 2.569 dias, mais de sete anos.

Proteus chega a viver até os 100 anos (Matjaz Slanic/Getty Images)

Com informações da Super Interessante

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.