Repórter da Band é demitido após fazer paródia com música de Xuxa para anunciar crime

Junior Rocha foi desligado da TV Tarobá após repercussão negativa da reportagem

Por Redação Oeste Mais

22/07/2022 14h40 - Atualizado em 22/07/2022 14h42



Repórter comparou mortes dos criminosos com a Covid-19 (Foto: Divulgação)

O repórter Dirceu Rocha Júnior, da TV Tarobá, afiliada da Band no Paraná, viralizou na internet após fazer uma paródia da música "Cinco Patinhos" de Xuxa Meneghel (assista abaixo). Junior Rocha como é mais conhecido, usou a ironia para dar a notícia, nesta quarta-feira, dia 20, de que três suspeitos de assalto a uma residência morreram durante um confronto policial, em Foz do Iguaçu.

 

"Três bandidos foram assaltar uma residência aqui na fronteira. O Choque e a Rocam chegaram e pá, pá, pá e os bandidos estão no inferno a queimar.”, cantarolou o jornalista.

 

Em seguida, o repórter deu continuidade na notícia, mas continuou rindo e zombando da situação. "É, a polícia não dá brecha e é claro, é pra glorificar de pé. Palmas! Parabéns, Choque! Parabéns, Rocam! Os cavaleiros de aço da Polícia Militar do Estado do Paraná. O bem venceu o mal".

 

O repórter ainda comparou a morte dos bandidos com a Covid-19: "Tentaram a sorte, mas é claro, levaram o azar. Vamos supor que eles morreram de Covid, a variante 5569 mm. Agora o satanás está recebendo os criminosos. Esses não assaltam mais!"

 

Depois de diversas críticas da internet, o profissional foi demitido pela emissora e deve continuar no canal apenas por mais alguns dias, cumprindo o período de aviso prévio. Júnior foi denunciado ao Conselho de Ética do Sindicato dos Jornalistas do Paraná, que irá analisar o caso.

 

A TV Tarobá se manifestou sobre o caso através de nota. “A TV Tarobá, afiliada ao Grupo Bandeirantes, vem manifestar que não concorda com qualquer tipo de apologia à violência e informa que irá tomar as providências necessárias ao caso”, diz o comunicado.

Com informações do Uol


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.