Governo lança plano nacional de combate às drogas e acolhimento de usuários no Brasil

Objetivo é fazer a reinserção social e tratamento humanizado para dependentes

Por Redação Oeste Mais

24/06/2022 18h46 - Atualizado em 24/06/2022 18h46



Uma iniciativa do governo federal vai estabelecer ações para combater o tráfico de drogas e cuidar dos usuários, através da reinserção social e tratamento humanizado no Brasil.

 

O Plano Nacional de Políticas sobre Drogas (Planad), foi lançado nesta quarta-feira, dia 22, durante a abertura da 24ª Semana Nacional de Políticas sobre Drogas, em Brasília. 

 

A iniciativa visa que as forças de segurança ampliem o trabalho de repressão e os demais órgãos incluam o tratamento de dependentes em programas que geram oportunidades de trabalho fora do crime. 

 

"O Planad é um claro redirecionamento da política nacional de combate às drogas. Com isso, além de reprimir o consumo, atuaremos de mãos dadas com o cuidado, tratamento e reinserção dos usuários", afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, que também preside o Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad).

 

O projeto atua por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em conjunto com o Ministério da Cidadania. Além de reunir ações dos Ministérios da Saúde, da Educação, Economia, Defesa, das Relações Exteriores e da Mulher, Família e Direitos Humanos. 

 

De acordo com o Secretário Nacional de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos (Senad), Paulo Gustavo Maiurino, também estão no radar da prevenção drogas lícitas como o álcool, o tabaco e medicações legais.

 

“O consumo de drogas é um problema social gravíssimo que gera violência. Nesse contexto, o Planad une população, especialistas e o poder público em um debate sério para enfrentar o problema", explicou.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.