Ministro Augusto Heleno testa positivo para coronavírus e aguarda contraprova

Heleno esteve, conforme a agenda oficial de Bolsonaro, em ao menos três audiências com o presidente na terça-feira, dia 17

Por Oeste Mais

18/03/2020 11h40 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, Augusto Heleno, informou nesta quarta-feira, dia 18, que testou positivo para o novo coronavírus. O ministro aguarda contraprova.

 

“Informo que o resultado do meu segundo exame, realizado no HFA, acusou positivo. Aguardo a contraprova da FioCruz. Estou sem febre e não apresento qualquer dos sintomas relacionados ao Covid-19. Estou isolado, em casa, e não atenderei telefonemas”, publicou Heleno em uma rede social.

 

Heleno integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem à Flórida (EUA), na semana passada. Ele fez um primeiro teste, com resultado negativo, e realizou um novo exame na terça-feira, dia 17.

 

Heleno, outros ministros e o presidente Jair Bolsonaro fizeram dois testes para identificar o novo coronavírus depois da confirmação de que o secretário de Comunicação do governo, Fábio Wajngarten, está com o vírus.

 

Wajngarten integrou a comitiva na viagem aos EUA. Bolsonaro fez dois testes até o momento e, segundo ele, ambos deram resultado negativo. Com Heleno, chega a 16 o número de pessoas que estiveram na viagem do presidente e contraíram coronavírus.

 

O segundo teste de Heleno, feito no departamento médico do Palácio do Planalto, deu positivo. Após fazer o teste, Heleno conversou com jornalistas e disse que se sentia bem, porém não era algo “absolutamente tranquilizadora” a situação.

 

“Tudo bem, mas é o tal negócio, não é uma coisa absolutamente tranquilizadora você estar muito bem. Já houve gente que foi diagnosticada, porque isso depende muito da reação do seu organismo, às vezes seu organismo resiste a esse tipo de vírus sem ter grandes problemas. Tem gente que vai para cama, tem febre, não sei o que”, disse.

 

Heleno tem 72 anos de idade, ou seja, está nos grupos considerados mais suscetíveis ao Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

 

Ele esteve, conforme a agenda oficial de Bolsonaro, em ao menos três audiências com o presidente na terça-feira, dia 17. Heleno teve uma reunião a sós com Bolsonaro e participou de outras duas junto com outros ministros.

 

O ministro Fernando Azevedo e Silva, da Defesa, afirmou nesta terça que seu exame para coronavírus deu negativo.

Com informações do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.