Banco Central corta Selic para 3,75%, a nova mínima histórica

Medida visa amenizar impactos do surto do novo coronavírus.

18/03/2020 20h06 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O Comitê de Política Monetária ( Copom ) do Banco Central reduziu, nesta quarta-feira, dia 18, a taxa básica de juros , Selic , pela quinta vez consecutiva. Desta vez, o corte foi de 0,5 ponto percentual, alcançando o patamar de 3,75% ao ano, sendo assim, a nova mínima histórica para a taxa.

 

A redução era aguardada após a sinalização do BC de que seguiria a estratégia de outras autoridades econômicas mundiais, como o Federal Reserve (Banco Central dos Estados Unidos), que reduziu suas taxas por duas vezes consecutivas em março, chegando ao patamar de 0,25 e zero. A tática visa dar um fôlego para a economia por conta da crise gerada pelo surto do novo coronavírus .

 

Com a taxa básica de juros em baixa, o crédito tende a ficar mais barato e estimular compras, aquecendo a economia local. A Selic é um instrumento do BC para tentar controlar a inflação. A taxa chegou a ficar estável em 6,5% ao ano por 18 meses, até ser reduzida a partir de julho de 2019, iniciando a atual sequência de cortes.

Do IG


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.