Presidente Bolsonaro declara que houve “fraude nas Eleições de 2018”

Líder brasileiro afirmou ter provas de que ele ganhou as eleições do primeiro turno

Por Redação Oeste Mais

10/03/2020 10h16 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira, dia 9, durante evento nos Estados Unidos da América (EUA), que houve “fraude” na eleição presidencial de 2018 e afirmou ter “provas” de que venceu o pleito no primeiro turno, mas não apresentou ou citou qualquer indicativo oficial para justificar a declaração. A fala do presidente ratifica seu discurso, adotado ainda durante a campanha, de pôr em xeque a credibilidade da Justiça Eleitoral por causa da ausência do voto impresso.

 

Ao discursar na segunda, em Miami, Bolsonaro chorou ao falar da facada que sofreu durante um ato de campanha em 2018, em Juiz de Fora, cidade mineira, e disse que vai mostrar, em breve, “provas” de que houve fraude no primeiro turno das eleições. “Pelas provas que tenho em minhas mãos, que vou mostrar brevemente, eu tinha sido, eu fui eleito, no primeiro turno, mas, no meu entender, teve fraude”, afirmou, ressaltando ter “não apenas palavra”.

Presidente Jair Bolsonaro ao lado do almirante Craig Faller, comandante do Comando Sul americano, em Miami, Flórida, 8 de março de 2020 (Foto: AFP)

 

Um ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que não quis se identificar, disse à Revista Istoé que ficou surpreso com o teor das declarações do presidente da República e avaliou que o resgate do discurso é uma forma de instigar a militância bolsonarista, que tem ato a favor do presidente, e crítico ao Congresso e ao Judiciário, marcado para o próximo dia 15.

 

Um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), também ouvido de forma reservada pela revista, disse que as declarações de Bolsonaro são “absurdas” e não fazem “nenhum sentido”.

 

Em setembro de 2018, ainda candidato, Bolsonaro afirmou que as eleições daquele ano poderiam ser fraudadas. “A grande preocupação realmente não é perder no voto, é perder na fraude. Então, essa possibilidade de fraude no segundo turno, talvez até no primeiro, é concreta”, declarou Bolsonaro na época.

Com informações da Revista Istoé


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.