Tarifas postais dos Correios sofrem reajuste médio de 5,99%

Novos preços de serviços postais prestados em regime de exclusividade pelos Correios passaram a valer na sexta-feira

Por Oeste Mais

10/11/2018 09h40 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) publicou na edição do Diário Oficial da União de sexta-feira, dia 9, a Portaria nº 5.736, autorizando o reajuste nas tarifas dos serviços postais prestados em regime de exclusividade pelos Correios.

 

A correção média autorizada para este ano é de 5,99% para serviços nacionais e internacionais. O primeiro porte da Carta Comercial, por exemplo, teve o valor atualizado de R$ 1,85 para R$ 1,95, já a Carta Não Comercial passou de R$ 1,25 para R$ 1,30. No caso de Telegrama Nacional redigido pela internet, a nova tarifa é de R$ 8,15 por página — antes era de R$ 7,69.

 

O reajuste considerou o IPCA acumulado entre fevereiro de 2017 e setembro de 2018. As novas tarifas não se aplicam aos segmentos de encomendas e marketing, que são concorrenciais.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.