Condenada pelo assassinato dos pais, Suzane von Richtofen deixa prisão para o Dia das Mães

Essa é a terceira vez que Suzane recebe o benefício na data

11/05/2018 15h30 - Atualizado em 17/04/2020 14h39



A detenta Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, deixou o presídio em Tremembé (SP) às 8h10 desta quinta-feira, dia 10, beneficiada pela saída temporária de Dia das Mães. Esse é o 3º ano consecutivo que ela é colocada provisoriamente em liberdade na data.

 

Além dela, outras detentas também deixaram o presídio para a saída temporária, entre elas, Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni.

Suzane acompanhada do noivo na saída do presídio nesta quinta (Foto: Luara Leimig/TV Vanguarda)

"Saidinha"

 

A saída é um benefício concedido aos presos do regime semiaberto e que tem bom comportamento. Suzane deverá retornar ao local na próxima terça-feira, dia 15, até 17 horas. Ao sair da prisão, Suzane foi recebida pelo noivo, um empresário de Angatuba (SP).

 

Essa deve ser a última vez que presa obtém saída temporária no Dia das Mães. Isso porque ela pleiteia o regime aberto, desde junho do ano passado, para cumprir o restante da pena em liberdade. Ela está presa em Tremembé desde 2006.

 

O pedido será analisado pela Justiça - a expectativa é que isso ocorra em breve, mas não há prazo.

Ana Carolina Jatobá deixou a prisão para celebrar Dia das Mães (Foto: Bruno Pellegrine/TV Vangarda)

Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada Isabela Nardoni, também saiu da presídio nesta quinta. Ela, que é interna do mesmo presídio que Suzane, foi condenada por matar a enteada em 2008.

 

Anna e o marido, Alexandre Nardoni, que também está preso em Tremembé, pediram a redução da pena ao Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Ele foi condenado a 30 anos e dois meses de prisão enquanto a madrasta da menina teve como pena 26 anos e oito meses de cadeia. Eles aguardam análise do pedido.

Do G1


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.