Secretaria de Saúde de Ponte Serrada vai realizar vacinação contra o sarampo e atividades pelo Outubro Rosa

Por Prefeitura de Ponte Serrada

18/10/2019 13:58


Teve início no dia 7 de outubro, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Secretaria Municipal de Saúde de Ponte Serrada adotou o cronograma no Ministério da Saúde que prevê a imunização de crianças de seis meses a menores de 5 anos até o dia 25 de outubro, tendo o Dia D com atendimento neste sábado, dia 19.

 

A enfermeira responsável pela sala de vacinação Gabriela Pavelski, faz um apelo aos pais e/ou responsáveis de crianças para que levem seus filhos fazer a vacina e atualizar a carteira de vacinação. "Pedimos atenção dos pais de crianças com idade entre seis meses a um ano (11 meses e 29) dias, para que procurem a unidade para receber a dose zero do sarampo. A vacina contra o sarampo também será feita aos adultos por isso é importante estarem munidos da carteira de vacinação”.

 

A Unidade Básica de Saúde do centro estará com seus profissionais atuando também na verificação das cadernetas de vacinação. No sábado, dia 19, Dia D da campanha de Vacinação contra o Sarampo, haverá atendimento do dia todo, das 8 às 17 horas, sem fechar ao meio-dia na Unidade de Saúde Sede.



Em alusão ao Outubro Rosa, mês que busca alertar e conscientizar todas as mulheres sobre os cânceres de mama e colo uterino, a Secretaria Municipal de Saúde de Ponte Serrada vai promover, também neste sábado, uma ação de combate ao câncer de mama, onde estará acontecendo a coleta do preventivo, para mulheres de faixa etária entre 25 a 64 anos e todas que realizarem o preventivo estarão ganhando uma lembrancinha.

 

De acordo com a secretária municipal de Saúde Adriana Pavelski, o público alvo deve ficar atento quanto às programações tanto do Outubro Rosa como da campanha nacional contra o sarampo. “São duas ações de extrema relevância em que profissionais da saúde vão estar, além de suas atividades normais, empenhados para garantir mais saúde. Estamos atuando para garantir que todos que tenham a indicação para a vacina estejam imunizados e chamamos a atenção para que as pessoas levem seus cartões de vacina, para que possamos verificar a necessidade de aplicar a dose”, destaca.

 

Mais um mutirão de cirurgia de catarata e pterígio



A Secretaria de Saúde de Ponte Serrada dá continuidade ao Projeto Ver Bem realizando mais um mutirão de cirurgias de cataratas e pterígio. No último dia 8 de outubro, a secretária Adriana Pavelski esteve acompanhando o retorno dos pacientes que passaram pela cirurgia de cataratas no penúltimo mutirão e realizaram a consulta de refração, sendo que esta consulta foi paga com recursos próprios.

 

Conforme Adriana, essa é mais uma ação da administração Municipal de Ponte Serrada, beneficiando assim os munícipes, dando a quem precisa mais qualidade de vida, as cirurgias foram realizadas na Fundação Hospitalar em São Lourenço do Oeste, que é referência regional na realização de cirurgias desta especialidade.

 

“Conseguimos auxiliar inúmeras pessoas com as cirurgias gratuitas e neste último mutirão que foi realizado no dia 09 e 10 de outubro, 18 pacientes realizaram a cirurgia de cataratas, sendo que a maioria fez a cirurgia em ambos os olhos e 15 pacientes realizaram a cirurgia de pterígio. Estamos felizes, pois com esta gestão comprometida, conseguimos realizar esses serviços de forma gratuita para a população”, comentou Adriana.

 

O pterígio é uma membrana composta por tecido fibroso e vasos sanguíneos, que crescem no canto dos olhos, geralmente próximo do nariz, partindo em direção à córnea. Se não tratado, o pterígio pode causar astigmatismo (visão desfocada, ao olhar para objetos tanto de perto como de longe), vermelhidão e sensação de areia nos olhos.

 

A catarata é uma lesão ocular que atinge e torna opaco o cristalino (lente situada atrás da íris cuja transparência permite que os raios de luz o atravessem e alcancem a retina para formar a imagem), o que compromete a visão. A evolução costuma ser lenta, e a doença pode afetar primeiro um dos olhos e só mais tarde o outro. O principal sintoma é a visão embaçada, como se a pessoa estivesse olhando por um vidro opaco.

 

Adriana afirma o compromisso do governo municipal com o povo ponteserradense. “A administração municipal através da Secretaria de Saúde tem o maior cuidado e responsabilidade em preparar cada etapa para que o paciente possa se sentir bem amparado, são realizados exames pré-operatórios, todos através do SUS e também disponibilizamos o transporte até o hospital e eu estou sempre com eles acompanhando e auxiliando no que for preciso”, conclui a secretária.


Este conteúdo é de responsabilidade da Prefeitura de Ponte Serrada.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.