Secretaria de Assistência Social de Ponte Serrada lança programa do idoso

Por Prefeitura de Ponte Serrada

04/07/2019 18h51 - Atualizado em 17/04/2020 14h39




A partir da aprovação do Estatuto do Idoso (2003), criou-se um movimento nacional em defesa dos direitos básicos da pessoa idosa, exigindo que o poder público, responsável por assegurar as políticas sociais de atendimento, iniciassem o processo de reordenamento das ações voltadas à população idosa – dentro desse movimento, encontram-se: Federação dos Municípios (FECAM), Ministério Público, Tribunal de Contas, Controladorias Internas, Conselhos de Idosos, etc.

 

Os municípios estão sendo cobrados, acompanhados, fiscalizados neste processo de reordenamento dos serviços públicos considerando especialmente:

 

A exigência da legalidade de todos os gastos públicos; a exigência do atendimento à população idosa mais vulnerável; a responsabilidade do conjunto das políticas públicas em atender os direitos assegurados pelo Estatuto do Idoso (esporte, cultura, educação, assistência social, saúde, urbanismo, lazer).



O Programa Municipal de Ponte Serrada estrutura-se a partir das seguintes diretrizes: Fortalecimento da atuação do Conselho Municipal do Idoso; ampliação da oferta de atividades/ações/programações para os idosos do município, elegendo os grupos de idosos organizados como principais parceiros; garantia do atendimento integrado – conforme prevê o Estatuto do Idosos – com o envolvimento direto das secretarias de assistência social, educação, esporte e lazer; saúde; agricultura; urbanismo, etc; respeito à autonomia das organizações dos idosos (grupos de idosos) assegurando que as atividades desenvolvidas para seus associados, com recursos próprios e das contribuições recebidas dos sócios, não tenham nenhuma interferência do poder público; envolvimento do poder público, das organizações sociais dos idosos, da famílias e do conjunto da sociedade na garantia dos direitos assegurados em lei; realizar ações permanentes de prevenção a toda e qualquer tipo de violação/violência contra a pessoa idosa, acamada, com perda de autonomia e que necessita de cuidados especiais.

 

Segunda Andréia Cordeiro, Secretária de Assistência Social do município este projeto vem acontecendo com as ações dentro do cronograma, e está sendo acompanhado pelo CMI (Conselho Municipal do Idoso). “É a política pública mais perto da pessoa idosa , oferecendo mais serviços e garantido a qualidade de vida a toda nossa população idosa “, finaliza Andréia.

 

O dia 15 de junho foi marcado pelo Dia Mundial de Conscientização da Violência contra pessoas idosa e pensando no bem estar e procurando repassar as informações a Secretaria Municipal de Saúde de Ponte Serrada juntamente com o NASF (Núcleos de Apoio à Saúde da Família) repassaram informações a respeito de Violação do direito contra os idosos bem como o estatuto.

 

Foi um trabalho amplo abordando questões de violência psicológica, violência física, abandono, violência sexual, emocional e social, negligência e violência financeira.



De acordo com a assistente social Mari Dalla Vecchia, muitos idosos têm seus direitos violados. Em nosso município existe um índice muito grande de negligência e abuso Financeiro. É preciso garantir os direitos dos nossos idosos para que esta fase seja vivida com dignidade e respeito.

 

Foi e continua sendo trabalhado os temas  com vários grupos de idosos no município de Ponte Serrada, nos dias 4 e 16 de junho foi trabalhado com o Grupo da Terceira Idade  Novo Mileniun do bairro Baía Alta, no dia  5 e 19 de junho foi a vez do Grupo da Terceira Idade da Comunidade de 25 de maio, no dia 29 de junho foi levado este projeto para o Grupo do bairro Baía Alta e no dia 6 de junho foi trabalhado com o Grupo Sorrindo para a Vida do centro  e que já tem data para o próximo encontro que será dia 4 de julho.

Este conteúdo é de responsabilidade da Prefeitura de Ponte Serrada.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.