Secretaria de Saúde encaminha 29 pacientes para cirurgias de catarata

Por Prefeitura de Ponte Serrada

18/03/2019 08h57 - Atualizado em 17/04/2020 14h39





A administração municipal de Ponte Serrada, através da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhou no dia 27 de fevereiro para a cidade de São Lourenço do Oeste, 29 pacientes para a Fundação Hospitalar São Lourenço para realização de cirurgias de catarata, sendo que foram realizadas 47 cirurgias devido a alguns pacientes terem feito a cirurgia nos dois olhos.

 

As cirurgias foram feitas pela Clínica Médica Cristalink. Um dia após, no dia 28 de fevereiro, todos os pacientes retornaram para uma avaliação médica e no dia 24 de março, domingo, haverá o retorno dos trinta dias e nesta ocasião o município vai disponibilizar a consulta oftalmológica através do convênio CIS Amosc para aqueles que necessitarem utilizar óculos de grau.

 

A catarata ocular é uma doença em que o cristalino, que é a lente natural dos olhos, perde sua transparência e começa a ficar opaco. Ela pode causar perda parcial ou total da visão (cegueira), além de deixar a visão turva ou embaçada, diminuir a visão noturna e causar fotofobia (hipersensibilidade à luz). Essa condição se desenvolve lentamente, muitas vezes passando despercebida antes de causar algum sintoma mais grave. Antes de evoluir, o uso de óculos pode ajudar a lidar com a doença, mas quando ela se torna mais grave, a cirurgia de catarata é necessária.

 

A secretária de Saúde, Adriana Pavelski, acompanhou a ida dos pacientes para o mutirão e destacou que ações como essa são importantes para atender a demanda da população. “Sem dúvidas todo o paciente que estamos encaminhando fará a cirurgia e terá melhorias significativas e mais qualidade de vida, afinal a visão é muito importante para uma pessoa. Estamos felizes em poder recuperar a visão de pessoas que tanto precisam”.

Este conteúdo é de responsabilidade da Prefeitura de Ponte Serrada.


COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.