Médico de Passos Maia pede que se evite ir até unidade de saúde por pouca necessidade

Por Prefeitura de Passos Maia

07/05/2020 18h56 - Atualizado em 07/05/2020 18h59


O médico Dionatam Alba, da Secretaria de Saúde de Passos Maia, pede que a população evite ir até a unidade de saúde do município em caso de pouca necessidade. Segundo ele, em meio à pandemia de coronavírus (Covid-19), o risco de contágio não está descartado, mesmo com o município sem caso registrado da doença até o momento.

 

Dionatan demonstrou preocupação com o aumento no número de pessoas indo ao Posto de Saúde nos últimos dias. “A gente tem percebido que nas últimas semanas, o fluxo voltou a aumentar. Queria deixar um apelo para a população. A gente tem atendido nos últimos quatro ou cinco dias, quatro ou cinco casos de pacientes com sintomas típicos de Covid-19”, informa.



“Esses pacientes já estão sendo monitorados e em isolamento domiciliar, mas eles acabam passando pela unidade de saúde, então o posto acaba sendo uma fonte potencial de contágio, apesar de a gente tomar todos os cuidados com a higienização”, destaca o profissional.

 

Dionatam também lembra que pacientes com outras doenças mais delicadas continuam precisando de atendimento e precisam ir até o posto de saúde. Mas reforça o apelo aos pacientes que costumam ir muitas vezes até a unidade para solicitar exame de rotina, mostrar exame antigo ou com algum sintoma leve, que pode aguardar atendimento.

 

“A gente pede que essas pessoas evitem essa exposição. Isso para a nossa equipe conseguir dar mais atenção a essas pessoas que já vinham antes e a essa demanda [suspeitas de coronavírus], que acredito que vai aumentar bastante, de queixa respiratória, nas próximas semanas”, finaliza.

Este conteúdo é de responsabilidade da Prefeitura de Passos Maia.

COMENTÁRIOS

Os comentários neste espaço são de inteira responsabilidade dos leitores e não representam a linha editorial do Oeste Mais. Opiniões impróprias ou ilegais poderão ser excluídas sem aviso prévio.